sexta-feira, 29 de julho de 2011

NOTA CONTRA A CENSURA - ACCPA

Qualquer ameaça da volta da censura no Brasil merece o repúdio das pessoas sensatas. Quem viveu ou ouviu de quem viveu períodos ditatoriais como os de 1930-45 e 1964-85 sabe de como se aprendeu a ter medo. E nenhuma forma de arte faz ou se percebe no medo. Não o medo exposto em argumentos de livros, peças de teatro, música ou filmes de cinema, mas o medo que preside o ato da criação.
A nova ameaça de censurar filmes deve ser repudiada com veemência. Não é preciso que se ache medíocre, desagradável ou o que possa divergir do que alguns pensam e gostem com relação a um trabalho artístico. Para se achar que uma produção é ruim torna-se necessário conhecer esta produção. Condenar sem conhecer é um procedimento inquisitorial que revela uma visão egoísta com base numa educação repressiva.
Os críticos de cinema de Belém do Pará, através de sua associação de classe ACCPA – Associação de Críticos de Cinema do Pará, repudiam a idéia de se censurar "A Serbian Film" que tenta ser lançado no país de alguma forma (cinema ou vídeo). Repudiá-lo por seu tema ou sua linguagem é revelar uma posição inaceitável para um critico. Afinal, critica-se o que se conhece e o que pode chegar a todos. Sem isso não existe critica.

ACCPA – ASSOCIAÇÃO DOS CRÍTICOS DE CINEMA DO PARÁ

2 comentários:

Multifário Artes disse...

Isso era uma coisa que nem devia mais estar sendo discutida, de tão sem cabimento. Infelizmente não é assim e apoio essa postura de vocês.

GrandeR@O disse...

É um absurdo a censura a qualquer tipo de filme, se o filme é pesado ou conteudo impropio ou até preconceituoso, existe uma coisa chamada FAIXA Étaria, mas censura, jamais!
Apoio total para a ACCPA

Arquivo do blog